Deus me ligou

Deus me ligou no meu aniversário!

Clique aqui para ouvir esse artigo

Esse ano está sendo marcado pela vida de um amigo, paciente gravíssimo de covid que passou pelo processo de ECMO (oxigenação por membrana extracorpórea). Para quem não sabe, é um tratamento super invasivo; a última chance de vida de um paciente muito grave.

Durante todo o seu processo, eu revisitei muitas áreas da minha vida, com muito aprendizado e reflexão.

Desde 15 de Março começamos um cerco de oração (aprendi neste processo que não se chama corrente de oração porque corrente pode se romper; o cerco é contínuo). Me aproximei mais de Deus, da minha religião e espiritualidade. Porque religião e espiritualidade são coisas bem diferentes.
Acordava toda madrugada, às 3:00h da manhã, na hora da misericórdia para rezar e meditar. Pensava que Deus estava mais desocupado nessas horas! Rezando eu pedia. Meditando, eu escutava.

Aprendi que o silêncio e se colocar ao lado dos que estão sofrendo, muitas vezes, é o que você pode dar em situações extremas. Falar palavras de conforto, nem sempre ajudam.
Como dizer para minha amiga do peito, de mais de 25 anos de amizade, esposa dele, gestante de mais um integrante da família, com uma filha de 3 anos, que tudo ia ficar bem, se eu mesma, não sabia o que estava por vir? Palavras de conforto é um comportamento automático nosso nessas situações, mas aprendi que não é efetivo.

Pois bem, no dia do meu aniversário recebi inúmeras ligações, mensagens, me parabenizando. Me lembro que foi um dia de muita angústia, pois ele não estava bem. E para todos que me cumprimentavam, eu fazia o meu pedido de aniversariante do dia:
"reze para que meu amigo volte a família dele, em plenas condições de ter uma vida tranquila, saudável! Me ajude a pedir essa graça, é só isso que desejo hoje! "
Porque já que vou pedir, já quero o milagre por inteiro, não pela metade! E repeti inúmeras vezes o mesmo desejo.

Lá pelas tantas, meu telefone tocou.
Uma mulher do outro lado da linha me disse:
" Com quem eu falo?"
Eu respondi:
"Com quem você gostaria de falar?"
Ela disse:
"Com a senhora Junia"
Eu:
"Sou eu"
Ela:
"Eu tenho uma mensagem bíblica para você.

Eu quis desligar o telefone na hora. Mas algo me soprou aos ouvidos: "Escute! Que mal vai fazer? " (julgo ser minha voz interna; Deus; minha intuição "
E então, ela disse:
"Jeremias 29:11"

Estava trabalhando no meu notebook e mais que depressa, fui ao google para ter certeza que ela estava falando a verdade. E estava. A mensagem dizia:

"Porque sou eu que conheço os planos que tenho para vocês, diz o Senhor, planos de fazê-los prosperar e não de causar dano, planos de dar a vocês esperança e um futuro"

E desligou o telefone. Fiquei intacta por alguns minutos refletindo. Sei que existe esse tipo de trabalho, de pessoas que ligam para enviar uma mensagem de acolhimento para outras pessoas. Mas eu preferi acreditar que Deus estava falando comigo, acalmando meu coração depois de um dia que chamei tanto por Ele.

Eu confesso que por muitas vezes durante os acontecimentos após essa mensagem, eu senti medo, muito medo. O que mostra quão pequena é a nossa fé. Mas quando eu lembrava desse dia, acendia uma chama de esperança em meu coração.

E ele venceu! Hoje após mais de 4 meses de internação, ele deixa o hospital!
Obrigada meu Deus por ter tido a oportunidade de vivenciar esse milagre, por entender melhor aquela parte do ritual da missa: "meu Senhor e meu Deus, eu creio, mas aumentai a minha fé!"


Posts Relacionados

 

Comentários

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Login Aqui
Visitantes
Sexta, 03 Dezembro 2021

By accepting you will be accessing a service provided by a third-party external to https://vooaa.com.br/